Trupe Artemanha – 20 Anos Revelando Artemanhas

 

Apresentação

trupe

20 Anos Revelando Artemanhas…

A Trupe Artemanha foi fundada em 1996 em Taboão da Serra, estado de São Paulo, onde trabalhou por oito anos e realizou importante processo de formação de público com alguns de seus principais espetáculos: “Palhaços” (1999), “Boombástico” (2000) e “Soltando o Verbo” (2001). A partir de 2005 o grupo expandiu seus trabalhos para a zona sul da cidade de São Paulo, sediando-se em Campo Limpo, e atuando também nos bairros de Capão Redondo, Vila Andrade e Paraisópolis, que juntos, compreendem aproximadamente 700 mil habitantes.

No bairro Campo Limpo o Artemanha desenvolveu seu processo de pesquisa teatral, apresentou espetáculos, ofereceu oficinas e criou o FESTCAL SP (Festival Internacional de Teatro de Campo Limpo), promovendo apresentações de grupos de teatro de diferentes cantos da cidade de São Paulo, do interior do estado e de outras cidades do país, com uma programação totalmente gratuita e diversificada.

O Grupo contribuiu consideravelmente para o cotidiano cultural da região, criando e desenvolvendo ações e projetos artísticos: FESTCAL SP (2006); Artemanha Recebe (2008); Artemanhas nas Praças (2009); Ocupação de um espaço público que estava há 16 meses abandonado, hoje conhecido como Espaço Cultural Cita (desde 07 de maio de 2011); uma escola experimental: Escola Popular de Teatro CITA (2011); movimento Revirada Cultural da Resistência, criado também no ano de ocupação do espaço, com objetivo de defender a permanência do Grupo e de outros coletivos no local. Foram várias as ações realizadas principalmente com o apoio do Programa de Fomento ao Teatro para a cidade de São Paulo, além das montagens dos seguintes espetáculos: “Boombástico” (2005); “As 3 porquinhas e o lobo de cordel” (2006)”, Experimento: “Algozes Humanos” (2007), “Brasil, quem foi que te pariu?” (2009 e 2011); “Makunaíma” (2011); e “O Homem que virou Suco” (2012).

Transição e continuidade…

Desde janeiro de 2013 alguns dos integrantes, fundadores da companhia, realizam intercâmbio em diferentes cidades do Nordeste, com a primeira passagem pela cidade do Crato, Cariri Cearense, depois pela cidade de João Pessoa por quase dois anos. Nesse período a companhia idealizou e organizou com produtores locais a exitosa Mostra Internacional de Teatro Paraíba Encena e o Seminário Internacional de Artes Cênicas-PB; criou o experimento de rua “Errantes” (estreia julho/2015); promoveu encontros e treinamentos para fortalecer o processo de montagem do texto “Palhaços” de Timochenco Wehbi, espetáculo que fez parte do repertório do grupo em 1999; e ofereceu Vivência “Movimento de Energia Corpórea” para atrizes, bailarinas e musicistas.

Recife… Lugar pulsante de uma nova construção, residência e compartilhamentos…

A partir de 2016 a companhia manterá residência fixa na cidade de Recife, estado Pernambucano, local de total interesse para as pesquisas de máscaras, palhaços e brincantes, além da riqueza no aspecto das visualidades e ritmos musicais. Com essas vivências que a Trupe Artemanha se reestruturará com novos integrantes e inaugurará um novo ciclo em sua trajetória de 20 anos.